Antiinflamatórios e as disfunções da ATM

Antiinflamatórios e as disfunções da ATM

É muito comum o uso de analgésicos e antiinflamatórios para controlar a dor de cabeça e a dor relacionada à disfunção da ATM. Mas você sabia que os antiinflamatórios de venda livre nas farmácias estão entre os medicamentos que mais produzem efeitos colaterais? Para se ter uma idéia, nos EUA, 13 milhões de americanos consomem antiinflamatórios diariamente e esses medicamentos levam a cerca de 16.500 mortes e 103.000 hospitalizações todo ano por complicações gastrintestinais, renais e doenças ligadas à hipertensão como acidente vascular cerebral e problemas cardíacos!

Os atiinflamatórios não esteróides, ou simplesmente AINES ( como são mais conhecidos no meio odonto-médico ), como a aspirina, o ibuprofeno, o diclofenaco sódico e o potássico, dentre outros, são facilmente encontrados nas farmácias e em muitos casos são de venda livre, ou seja não precisam de receita. Esses medicamentos inibem uma classe de substâncias chamadas prostaglandinas, que estão relacionadas à resposta de dor e inflamação no organismo. Entretanto estas prostaglandinas também participam de muitos processos importantes e vitais para a saúde: elas ajudam na regulação da pressão arterial, participam da coagulação sanguínea, da secreção dos ácidos gástricos, da regulação renal dentre outras coisas. Assim, ao ocorrer a inibição dessas substâncias pelos AINES, não apenas a dor e a inflamação serão afetadas, mas também diversas funções normais serão alteradas!

Dentre os efeitos que o uso constante de AINES podem causar encontramos:

  • pressão alta
  • úlceras ou hemorragia estomacal
  • náusea
  • cólicas
  • constipação
  • hipersensibilidade aos raios solares
  • nervosismo
  • confusão mental
  • sonolência
  • dor de cabeça
  • parto prematuro
  • crises de asma
  • inchaço nos dedos, mãos e pés ligados ao aumento de peso e problemas urinários, que podem indicar um comprometimento cardíaco ou renal (nesse caso é preciso comunicar imediatamente o seu médico!!!)

Quanto maior for a dose e o tempo de uso, maiores serão as chances de ocorrerem alguns desses sintomas acima mencionados. Por outro lado, em períodos curtos de tempo, eles podem ser útil para o alívio temporário da dor.

Considerando que os problemas na ATM tem uma tendência à se tornarem crônicos, principalmente quando se instala uma osteoartrite na articulação, não é muito prudente correr até a farmácia mais próxima e comprar o primeiro AINE que encontrar, pois esse é o primeiro passo para um uso constante desse tipo de remédio. O melhor é buscar um profissional médico  com experiência em tratamento de dores crônicas, ou dentista, especialmente se tiver formação em patologia da ATM, que deverá saber encontrar alternativas mais saudáveis de controle da dor e do estado de saúde de sua ATM.

Em postagens futuras, retornarei ao tema dos antiinflamatórios e a relação de risco e benefício do uso desses medicamentos. Até lá!

Fique esperto e proteja sua saúde!!!